A LÍNGUA COMO INSTRUMENTO DE SEGREGAÇÃO E O CONSTITUCIONALISMO DE TRANSIÇÃO: o africâner e a reconstrução social da África do Sul

Matheus Farinhas de Oliveira

Resumo


O presente trabalho irá analisar o constitucionalismo de transição na experiência da África do Sul, tendo por objeto uma análise da língua como uma das manifestações culturais mais sensíveis, mais especificamente o africâner na reconstrução constitucional após o apartheid. Busca-se enfrentar o problema da relação entre o africâner e o contexto de transição na África do Sul, tendo em vista a necessidade de reconstrução daquela sociedade após o conflito.


Palavras-chave


Constitucionalismo de transição; África do Sul; Africâner

Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0 .

ISSN 2317-7764

QUALIS 2013

DIREITO  B4

INTERDISCIPLINAR  B4

LETRAS/LINGUÍSTICA B5

QUALIS 2014

DIREITO  B4

ADMINISTRAÇÃO  B4

ENGENHARIAS III   B4

LETRAS/LINGUÍSTICA  B5

CIÊNCIAS AMBIENTAIS  C