PRODUÇÃO DE SENTIDO, ENUNCIAÇÃO E DISCURSO: refletindo sobre o currículo

Guilherme do Nascimento Pereira

Resumo


O presente artigo se constrói a partir de algumas reflexões sobre a lógica de produção de sentido. Para tanto, ancora-se em autores como Ernesto Laclau, Homi Bhabha e Stuart Hall. Argumenta que a produção de sentidos é permeada por construções individuais e coletivas, o que possibilita o surgimento da diferença, enquanto categoria enunciatória. Em seguida, ressalta o caráter cultural do campo curricular, apresentando este como híbrido, complexo e contingencial.


Palavras-chave


Currículo; Teoria do discurso; Produção de sentido

Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0 .